Atividades Online

Atividades Online
Testemunhos sobre a forma de vivenciar a hospitalidade online!

Via Sacra

Depois de estarmos a viver confinados na quarentena, as celebrações pascais bem como toda a preparação foi vivida atrás dos ecrãs e no interior do coração. Rezamos e meditamos as estações da via sacra, de forma a estarmos mais preparados para sentir Cristo Ressuscitado.

 

Via Lucis

Depois de o contemplarmos e de O seguirmos na via da Sua paixão e morte, a Páscoa trouxe-nos alegria maior, a da Ressurreição de Cristo, que está vivo e habita em nós. Foi com essa alegria dessa certeza que no dai 18 de Abril percorremos, com Ele e por Ele, o Caminho da Luz, convidando-nos a uma conversão constante, à fé, à esperança, à caridade e dando sempre testemunho da hospitalidade.  Dadas as circunstâncias que vivemos foi uma Via Lucis diferente do habitual, realizada por via digital, mas que nem por isso a tornou menos especial. Ver jovens, famílias, religiosos e doentes de todos os pontos do país e mesmo de outros países espalhados pelo mundo, a percorrer, como comunidade hospitaleira, o Caminho da Luz, foi o que mais me marcou, e é a prova que, mesmo fisicamente distantes, a hospitalidade não tem limites nem barreiras e se redescobre e se reinventa através de novas formas, sempre na certeza de que Cristo Ressuscitado se faz-se presente em nós e é Ele que, mesmo se distantes, nos torna mais próximos e unidos na hospitalidade. – Vasco Gonçalves

 

À conversa com São Bento Menni

No dia 25 de Abril, enquanto celebrávamos a liberdade, valores hospitaleiros impulsionaram-nos para refletir e olhar para um dos grandes Santos da hospitalidade, fundador da Congregação das Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus, São Bento Menni. Um exemplo de amor, fidelidade aos seus ideais e ainda liberdade que nos motivam a fazer o bem sem olhar a quem e a espalhar a verdadeira hospitalidade entre todos. A conversa entre a família hospitaleira levou-nos a olhar um mundo novo onde a figura do doente e do necessitado são cada vez mais humanizadas. Cooperando nas intervenções mais históricas, as irmãs apresentaram-nos todo o contexto bem como os grandes feitos deste grande santo. As intervenções musicais ao longo destas conversas têm sido muito frutíferas, não só para animar a conversa, como para repensar a mensagem transmitida por cada uma das músicas e enquadra-las com a figura de Bento Menni e os outros santos hospitaleiros. – Diogo Silva

 

À conversa com São João d’Avila

A iniciativa “À conversa com.…” desde o seu início que tem sido um enriquecimento no conhecimento e cultura hospitaleira. No início do passado mês de Maio, esta conversa teve como mote a figura de S. João de Ávila, onde ficamos a conhecer o seu percurso de vida, e o peso que teve no nosso santo fundador, São João de Deus, enquanto seu mestre espiritual.

Foi um encontro agradável, e rico em todos os sentidos, uma vez que estiveram presentes participantes do continente e ilhas, bem como de outras nacionalidades. Os momentos musicais intercalados com a conversa, deram uma dinâmica muito boa, quebrando a monotonia que por vezes os meios digitais acabam por impor.

Além de um momento formativo, tornou-se também um momento de partilha e comunhão entre membros de um mesmo carisma hospitaleiro. – David Barbas

 

Terço Hospitaleiro

Rezar é começar uma conversa.

Deus quer sempre conversar.

Nós nem sempre.

Mas por Maria,

mãe de abraço envolvente,

fica mais fácil lá chegar.

 

Deixou-nos o terço

Em que cada conta conta

E cada prece é escutada

De uma à outra ponta.

 

Sozinho ou em comunidade

Tão simples que é de orar

Basta repetir no coração

As palavras que nos dispomos a praticar. – Juliana Costa

 

 Terço Internacional

Ao longo destes meses em que temos estado fechados em casa, felizmente não me posso queixar de falta de atividades dinamizadas pela Juventude Hospitaleira. Uma delas, foi o Terço Hospitaleiro com a particularidade de ser também um Terço Internacional.
Eu já tinha ouvido falar de “Terços Internacionais” principalmente por causa de celebrações em Fátima, porém nunca tinha estado presente em tal momento de oração tão especial por ser em diferentes línguas.
Foi uma experiência muito bonita e enriquecedora! Não só para treinar um pouco as línguas estrangeiras como dizia o Pe. Alberto, mas também por poder observar como podemos sentir unidos em oração independentemente do país onde estamos ou da língua que falamos.
Gostei muito de ver também que o carisma da Hospitalidade é um carisma “sem fronteiras” pois tivemos pessoas desde a Alemanha até ao Brasil, passando pela Polónia e não esquecendo Portugal ou Espanha. Resumidamente foram 7 línguas diferentes, contudo rezando e pedindo a intercessão de Maria, mãe de todos.
É, portanto, uma experiência a repetir! Estes “contatos” internacionais são, a meu ver, muito importantes por nos fazerem ver que, por mais diferentes que possamos ser, estamos todos a remar na mesma direção, neste caso, unidos pela Hospitalidade. - Guilherme Portela

 

Concerto Hospitaleiro com Alice Cardoso

Durante estes últimos tempos de confinamento provocados pela pandemia, assistimos a algumas atividades realizadas via online e promovidas com muita criatividade, quer por parte dos jovens quer pelos dois Institutos, como possibilidade de continuarmos a alimentarmos a maneira de praticar a Hospitalidade.  Esta Hospitalidade foi sendo recriada e enriquecida através da partilha do Talento musical, que de uma forma extraordinária nos ajudou a todos a unir os nossos corações a Cristo.                              
Ao longo de uma semana podemos sentir os jovens as irmãs e os irmãos empenhados e de coração aberto, a sentirem-se chamados à missão que lhes foi confiada no dia a dia quer através da partilha de pensamentos, como também dos vários talentos que caracterizam os jovens, assim como por meio do testemunho vocacional, num âmbito alargado da diversidade cultural como muito bem pode comprovar o megaencontro que teve lugar o dia 21 de Junho passado. Tudo parecia como um verdadeiro Pentecostes do amor Hospitaleiro que assinalou
deste modo os 139 anos da Fundação da Congregação das irmãs. Foi muito enriquecedor porque colocarmos todos "pés a caminho" e conseguimos partilhar a vida e o entusiamo que nos move à volta do carisma hospitaleiro. Que nunca nos cansemos de realizar continuamente esta caminhada juntos partilhando o bom e bonito que cada um é em Hospitalidade. Saudações Hospitaleiras! – André Ribeiro

 

À Conversa com Eustáquio Krugler

‌Este " À conversa com " foi uma grande iniciativa. Foi tudo muito bem organizado, e foi um orgulho ter podido participar. Foi muito bom ver que teve uma grande aderência por parte dos jovens hospitaleiros, e foi muito bom ver caras que já não via há algum tempo. Iniciativas destas são muito importantes nesta altura, para os jovens perceberem que apesar de não ser presencialmente, a hospitalidade tem de continuar presente em cada um de nós, para quando voltarmos, voltarmos em força. Também deu para perceber que este sentimento de hospitalidade continua a viver dentro de cada jovem que faz parte desta organização. Foi dado a conhecer aos jovens alguém que não era muito conhecido, e passamos todos a perceber melhor a sua vida em hospitalidade. Mais uma vez dou os parabéns a quem organizou esta iniciativa. – Luís Freitas

 

Concerto dos Santos Populares com Família Pisgo e Jorge Duarte

As festas em honra dos Santos Populares são, para mim, ocasiões de celebrar o dom da Alegria. Creio que assim terá sido para todos os participantes no encontro do passado dia 28 de Junho, numa tarde em que também São Bento Menni foi inspiração para umas quadras bem musicadas! O encontro foi virtual, mas nem por isso deixaram de brotar os frutos da Hospitalidade: gerou-se a alegria que quem acolhe infunde naquele que se sente acolhido e faz este último desejar ser também hospitaleiro para o próximo. Este momento de comunhão com a Família Hospitaleira, em tempo de pandemia, foi prova de que há contágios que a distância não impede, e que pela partilha fraterna os dons se vão multiplicando. – Mariana Magalhães da Mota    

 

Sexta, 17 de Julho de 2020